Como é a Produção de Cafés Especiais?

Compartilhe Esta postagem

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Se você é um consumidor ou apreciador de cafés especiais já deve ter pensado ou se perguntado o que de fato interfere na produção de cafés especiais? O que é importante na colheita e preparo do café especial?

Como produtores de cafés especiais há mais de 40 anos podemos assumir que dedicação, comprometimento e muito esforço são necessários para produzir frutos de melhor qualidade. Vários fatores podem interferir na qualidade do café, citamos alguns como: a altitude, o clima, o solo, a escolha correta da variedade, os tratos culturais pré e pós-colheita como o processamento, a secagem, são pontos que podem, efetivamente, comprometer a qualidade do café.

Em síntese os cafés especiais são aqueles que ocupam o topo da pirâmide na qualidade, ou seja, frutos que comparados aos outros possuem atributos sensoriais ou conjunto de caracteres que são superiores aos demais. Para exemplificar abaixo citamos algumas tarefas realizadas durante um ano na produção de cafés de uma lavoura em produção:

  • Amostragem de Solos: análise química do solo onde está o cafezal
  • Amostragem Foliar: análise do estado nutricional da planta
  • Nutrição Mineral do Cafeeiro: análise dos macronutrientes e micronutrientes do cafeeiro
  • Fertilidade do Solo
  • Calagem (aplicação de um corretivo no solo e Gessagem ((aplicação de gesso agrícola no solo)
  • Adubação do Cafeeiro de acordo com sua “idade” e demanda.
  • Poda do Cafeeiro
  • Manejo do Mato
  • Pré-colheita do Café
  • Colheita do Café
  • Lavagem e Separação dos Frutos
  • Secagem do Café
  • Armazenamento
  • Beneficiamento
  • Rebeneficiamento
  • Torra

Postagens relacionadas

Busca

Open chat